O corpo de um menino de 6 anos que havia se afogado na tarde de sábado (24) foi encontrado na manhã desta segunda-feira (26) nas margens do rio Pomba, em Cataguases, na Zona da Mata, a cerca de 300 metros de distância do ponto em que se afogou. 

Segundo o Corpo de Bombeiros de Leopoldina, a criança brincava com amigos no rio, em uma área conhecida como "Prainha", no bairro Ana Carrara, quando submergiu e não foi mais visto. As chuvas dos últimos dias fizeram com que o rio se enchesse ainda mais e, segundo a corporação, afogamentos não são raros na região. 

De acordo com a Defesa Civil de Cataguases, as buscas foram feitas por meio de mergulhos e também com a ajuda de um barco, que foi como os agentes localizaram o corpo nesta segunda.

Além de ser uma área de águas poluídas, o local é também perigoso para se banhar, conforme explica o agente Carlos Alexandre da Defesa Civil.

 "O trecho mais raso deve ter cerca de dois metros de profundidade, mas o perigo é que tem muito agarrador ali, são pedras ocas que acabam puxando a pessoa pra baixo, e também tem muitas correntezas. Os próprios moradores da região já sabem do risco que é entrar ali na água, porque todo ano alguém morre afogado por ali", relata o agente Alexandre Rodrigues, da Defesa Civil. 

Apesar disso, o local não tem nenhuma sinalização alertando a população sobre os riscos de afogamento. O desaparecimento da criança sensibilizou a população local e também a prefeitura da cidade que emitiu um comunicado no domingo (25):