A polícia tenta identificar um idoso de aproximadamente 65 anos que foi encontrado morto no início da manhã desta quarta-feira (2) em uma área verde do bairro Frimisa, em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Seminua, a vítima apresentava 14 perfurações de um objeto cortante em todo o corpo, inclusive em um dos olhos. 

Uma viatura da Polícia Militar (PM) foi acionda na avenida Doutor Ângelo Teixeira da Costa por volta das 6h. Quando chegaram ao local, os policiais se depararam com o corpo praticamente sem roupa e bastante ensanguentado.

A perícia da Polícia Civil (PC) foi acionada e constatou perfurações no ombro, duas no peito, seis nas costas, uma na mão esquerda, um corte profundo que atingiu parte da orelha e o pescoço, duas no queixo e, por fim, um ferimento no olho esquerdo. 

Alguns pertences que estavam no corpo, como uma gargantilha e um anel, foram recolhidos e passarão por perícia. Como o idoso estava sem qualquer documento de identificação, ainda não foi possível identificá-lo ou obter qualquer informação sobre possível autoria e motivação do homicídio. 

O corpo foi removido do local pelo rabecão e aguarda identificação no Instituto Médico-Legal (IML) de Belo Horizonte. O crime será investigado pela Delegacia de Homicídios de Santa Luzia. 

Leia mais:
Estupro, tortura, bicheira e mortes: polícia detalha terror em asilo de Santa Luzia
Inquérito conclui que 18 idosos morreram por maus-tratos em asilo de Santa Luzia
Idoso foi morto em Santa Luzia por reconhecer ex-funcionário como um dos assaltantes
Vídeo mostra morador de rua de 74 anos sendo espancado até a morte em Uberlândia