O corpo encontrado neste sábado (19) na região atingida pelo rompimento da barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho, estava com um crachá de uma empresa terceirizada. O documento foi fundamental para que a vítima fosse rapidamente identificada pelas impressões digitais no Instituto Médico Legal (IML). Robert Ruan Oliveira Teodoro é a 252ª vítima da tragédia identificada. 

Mai cedo, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informou que a identificação só seria confirmada após a conclusão dos trabalhos no IML, mesmo que o segmento corpóreo estivesse com crachá. "Estão sendo tomadas todas as metodologias técnicas no sentido de dar seguimento ao processo de identificação, de maneira técnica e fidedigna. Serão tentados os procedimentos de identificação por impressões digitais, odontológicas (arcada dentaria), antropológicos. Se nenhuma destas metodologias for aplicável, será realizado o exame de DNA", afirmou a Polícia Civil. 

corpo encontrado brumadinho

Imagem feita por drone mostrou momento em que corpo foi localizado

Com a identificação do trabalhador, o número de mortos na tragédia em Brumadinho passa a ser de 252. Outras 18 pessoas permanecem desaparecidas e o Corpo de Bombeiros continua trabalhando nas buscas, com militares, cães farejadores e drones. 

Leia mais:
Corpo masculino é encontrado em Brumadinho mais de oito meses após a tragédia
Família de única vítima não localizada na tragédia em Mariana receberá R$ 3 milhões em indenizações