A Polícia Civil investiga a troca de uma criança de apenas sete meses por uma motocicleta em São Lourenço, no Sul de Minas Gerais. O crime aconteceu nessa segunda-feira (12). O caso foi denunciado por um homem, que seria amigo da família e desconfiou do sumiço da menina.

Segundo investigações da corporação, a “troca” foi realizada no último sábado (10). A criança ficou em poder de um casal, uma mulher, de 33 anos e o marido, de 28, na cidade de Santa Rita do Sapucaí, também no Sul de Minas. A polícia localizou o casal com a criança. 

Em depoimento, os suspeitos negaram a troca, porém, eles não souberam explicar o motivo da criança estar longe dos pais biológicos.

Para a polícia, os pais da menina disseram que deixaram a filha com o casal para que ela fosse batizada. Ainda de acordo com a polícia, a motocicleta – uma Honda de cor vermelha – teria sido emprestada para facilitar o deslocamento deles.

Segundo a Polícia Civil, além dos pais e do casal suspeito, outras testemunhas foram ouvidas nesta terça-feira (13) a respeito do caso. A corporação esclareceu que os envolvidos não foram presos preventivamente porque o prazo do flagrante havia passado.

A criança é acompanhada pelo Conselho Tutelar de São Lourenço e permanece em um abrigo municipal conforme a determinação do Juizado da Infância e da Juventude. A polícia apreendeu com os suspeitos a motocicleta, dois celulares e R$ 8 mil em dinheiro.

Antecedentes criminais

Conforme dados da Polícia Civil, o casal suspeito de oferecer a motocicleta tem passagem pela polícia por estelionato, atrito verbal, lesão corporal, embriaguez ao volante, infração de trânsito, crime ambiental e difamação.