Longe das telinhas dos smartphones e da interação com o videogame. Assim foi o Dia das Crianças no Parque das Mangabeiras, região Centro-Sul de Belo Horizonte, onde cerca de três mil pessoas se divertiram nessa sexta-feira. Brincadeiras, oficinas de pintura de rosto, gincanas, jogos de tabuleiro e espaços para leitura fizeram parte da programação. 

Asheley de Moura, de 11 anos, foi uma que deixou de lado a tecnologia para curtir o passeio em meio ao verde. “Se eu estivesse em casa estaria usando o celular. Entre ficar lá e vir para cá, escolhi brincar no parque”, contou.

A garota integrou uma excursão promovida pela professora Michele Coelho com 20 crianças de uma igreja da cidade. Enquanto os meninos e meninas gastavam energia jogando bola e aproveitando a estrutura especialmente montada para eles, a educadora e outros monitores preparavam um piquenique para repor as energias. No cardápio, gelatina, suco, cachorro-quente, bolo de chocolate e arroz temperado. 

Quem for participar dos eventos nos parques públicos de Belo Horizonte deve apresentar o cartão de vacina comprovando ter tomado a dose contra a febre amarela

“É muito importante estabelecerem esse contato com a natureza, poder correr ao ar livre sem riscos e ampliar os contatos e relacionamento entre eles”, afirma Michele.

Já para Melissa Marçal, de 9 anos, o espaço de leitura foi um dos atrativos mais interessantes. A mãe dela, Luciene Paiva, aprovou a iniciativa. “Livros e brinquedos juntos fazem com que as crianças compreendam que ler é tão bom e interessante quanto brincar”, disse a mulher.

O evento no parque foi promovido pela prefeitura em parceria com o Sesc. “É de extrema importância para reunir famílias, resgatando os vínculos e brincadeiras que acabam se perdendo”, afirmou o supervisor de Eventos do Sesc, Davidson Muller.

Tem mais

Engana-se quem acredita que a programação dedicada aos menores acabou. Há atividades programadas para todo o fim de semana em vários locais da metrópole.

Gerente de Eventos da Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica, Gisele Mafra destaca o evento sobre destinação correta e reciclagem de lixo que será realizado, no domingo, no Parque Lagoa do Nado, na região Norte de Belo Horizonte.

Participantes de excursão organizada pela professora Michele querem voltar ao parque 

Dia das Crianças