As aulas ainda não começaram, mas os estudantes que pensam em ingressar no ensino superior por meio das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já podem ficar atentos. Aqueles que não têm condições de arcar com mensalidades em escolas preparatórias têm a oportunidade de aprimorar o conhecimento de forma gratuita.

Até o próximo dia 27, o Humanizar, o cursinho popular preparatório da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), recebe inscrições para o ano letivo de 2019. São abertas entre 80 a 120 vagas para alunos carentes. As aulas são ministradas na sede no prédio da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (Fafich), no campus Pampulha, em Belo Horizonte. 

Para candidatar-se é muito fácil.  Basta preencher o formulário disponível neste link, fazer a inscrição e aguardar a seleção.

Para concorrer é preciso:

- Ter renda familiar bruta mensal per capita de até 1,5 salário mínimo;
- Ter ou estar cursando o ensino médio em escola pública.

Conforme o Humanizar, os alunos que fizeram o ensino médio em escolas federais, colégios militares ou particulares, mesmo que com bolsa de estudo, não podem concorrer às vagas. Aquele que já tenha iniciado um curso superior também não será aceito no cursinho popular.

Já os ex-alunos do projeto têm 20% das vagas reservadas. 

Cronograma

O resultado da seleção começará a ser divulgado no dia 1º de fevereiro, quando será disponibilizada uma lista com os pré-selecionados, que terão que confirmar o interesse. Entre os dias 5 e 7 do mesmo mês ocorrerá a matrícula. No dia 8 será divulgada a lista de espera dos pré-selecionados. Já nos dias 12 e 13 haverá uma nova rodada de matrículas das vagas remanescentes.

As aulas terão início na segunda semana de março e vão se estender até a realização do Enem.

Humanizar

Criado por iniciativa de dois universitários, o pré-vestibular comunitário abriu as portas em abril do ano passado com duas turmas. As aulas são ministradas por pessoas matriculadas em cursos da própria Federal, inclusive do mestrado e doutorado. O trabalho é voluntário.