Os dados da eficácia da Coronavac, vacina contra a Covid-19 da farmacêutica chinesa Sinovac, são considerados “sensacionais” pelo infectologista e membro do Comitê de Enfrentamento à Pandemia em Belo Horizonte, Unaí Tupinambás. O médico gravou um vídeo nesta quarta-feira (13) para falar sobre o imunizante desenvolvido em parceria com o Butantan.

Na terça-feira (12), o instituto anunciou que a vacina registrou 50,38% de eficácia geral nos testes realizados no Brasil, com 78% na prevenção de casos leves e moderados e 100% de proteção contra mortes, notificações graves e internações.

“Mostram que a vacina tem pouquíssimo ou nenhum efeito colateral grave e pouquíssima reação alérgica, isso é bom e importante frisar. Ela protegeu das formas leves e moderadas em 78% das vezes, ou seja, se você tomou vacina e entrou em contato com o vírus da Covid, você sequer vai ter sintomas ou precisar procurar um serviço de saúde. E há uma tendência de proteção contra morte em 100% das vezes”, disse.

Com os resultados da eficácia e a rapidez na produção da vacina pelo Butantan, o infectologista espera que a pandemia possa chegar ao fim até o término do 1° semestre de 2021. “A vacina será produzia em território nacional, até 1 milhão por dia. Podemos colocar fim a essa pandemia, a essa crise sanitária e humanitária. Temos agora que cobrar do Ministério da Saúde um programa robusto, sério, indicando a data que essa vacinação irá começar, o quanto antes”, afirmou.

Ao todo, a vacina foi testada em sete estados (incluindo Minas) e no Distrito Federal, com 13 mil voluntários, desde julho de 2020.

Confira o vídeo na íntegra: