Além de embelezarem a cidade, as luzes da Natal que decoram ruas, praças, casas, estabelecimentos e até veículos, também trazem alegria e reavivam o espírito natalino. No entanto, a instalação destes itens elétricos deve encolver alguns cuidados, já que, quando mal feita, pode acarretar em acidentes. 

Por isso, o consultor Herbert Abreu, do Grupo Loja Elétrica, dá algumas dicas para deixar a decoração de Natal bonita e, ao mesmo tempo, segura para todos.

Confira, abaixo:

- Na hora da compra, o consumidor deve verificar a procedência e qualidade dos produtos. O ideal é optar por fabricantes que possuem um bom serviço de pós-vendas, ou seja, que oferecem orientações em caso de dúvidas e que garantem a troca do produto quando é constatado algum defeito de fabricação. 

- Para quem deseja reutilizar os enfeites do ano passado, é necessário verificar as condições em que o material se encontra, pois podem estar ultrapassados e oferecer riscos para a saúde. 

- É preciso ter cuidado para não sobrecarregar a rede elétrica. "Muitos adornos luminosos de Natal têm alto consumo energético e podem causar queda de disjuntores do quadro de energia, entre outros transtornos. Se a decoração for de grande porte, consulte um profissional da área”, aconselha o especialista. 

- Um dos erros mais frequentes é a instalação equivocada das "luzinhas" ou "pisca-piscas". A combinação de muitos tipos diferentes de produtos pode gerar confusão visual e, principalmente, um ambiente propício a curtos-circuitos. 

- Ao fazer emendas, o consumidor deverá utilizar fitas adequadas. Segundo o consultor Herbert Abreu, o recomendado é nunca fazer a isolação com fita adesiva plástica, fita crepe, esparadrapo ou semelhantes. Em caso de dúvidas, o comprador deve solicitar ao vendedor da loja de material elétrico a melhor opção para a emenda de uso interno ou externo.  

- Não se deve utilizar adaptadores para ligar vários conjuntos de iluminação decorativa em uma mesma tomada, pois pode sobrecarregar a rede, provocar superaquecimento e até curto-circuito na instalação. O recomendado é usar filtros de linhas de três a seis tomadas que tenham fusível de proteção, com a opção de ligar e desligar todas as "luzinhas" diariamente. 

- Para quem quer economizar na conta de luz, o especialista recomenda produtos com tecnologia em LED, que apresentam baixo consumo de energia, maior durabilidade e não aquecem. Outra opção são os programadores de horário, que evitam o funcionamento das luzes natalinas em momentos desnecessários. 

*Com Caio Augusto, estagiário sob supervisão de Cássia Eponine.

Leia mais:

Caravana Iluminada da Coca-Cola chega a BH e Contagem na próxima quarta-feira para celebrar o Natal
Iluminação de Natal da Praça da Liberdade será inaugurada dia 11 com orçamento enxuto