Acusado de matar a modelo Eliza Samudio, o ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, pode estar com câncer de próstata. A informação foi repassada pela defesa do condenado.

Segundo o advogado Fernando Magalhães, a doença estaria clinicamente confirmada e, por isso, o Estado teria autorizado que o detento passasse por tratamento particular. No entanto, um diagnóstico médico ainda não foi feito devio ao seu alto custo. A solução estaria nas mãos de outro cliente de Magalhães, dono de um hospital. Ainda segundo o advogado, a família estaria bastante preocupada com o fato de Bola estar preso e com câncer. Mas, apesar da notícia, o detento estaria bem.

A Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) informou que o ex-policial passou por exame de PSA (Prova do Antígeno Prostático), no Hospital Regional de Betim, em julho deste ano, e que o resultado deu negativo. Ainda conforme a Seds, o detento não fez nenhum outro exame para confirmar a doença.

Bola cumpre pena de 22 anos por homicídio duplamente qualificado e ocultação de cadáver e, atualmente, está preso no Presídio São Joaquim de Bicas, na Grande BH. O assassinato de Eliza Samudio ocorreu em 2010.