O prédio ocupado que pegou fogo no bairro Castelo, na região da Pampulha, em Belo Horizonte, na manhã desta quarta-feira (4), foi interditado pelo Corpo de Bombeiros e pela Defesa Civil.

O órgão informou que o imóvel consumido pelo fogo é de propriedade particular e passou por duas vistorias somente no mês de outubro. Durante a fiscalização, os representantes dos moradores que ocuparam o local foram notificados sobre os riscos de incêndio, instalações elétricas irregulares, grande volume de entulho e insalubridade. Eles também foram orientados a manter medidas de autoproteção e fazer a limpeza da área.

Mais cedo, equipes da prefeitura estiveram no local e fizeram o cadastramento das 30 famílias que passarão a receber um auxílio habitação, no valor de R$ 500,00 mensais, dinheiro que poderá ser usado no aluguel de novas moradias ou ajudar os moradores que decidirem ficar, provisoriamente, na casa de algum parente.

A PBH também disponibilizou cinco caminhões com 20 carregadores e 180 marmitex para os moradores e equipes que atuavam no espaço, além de cestas básicas e colchões para apoiar as famílias na mudança. 

Prédio Incendiado Castelo

O prédio fica na rua Castelo de Ajuda, no bairro Castelo, na Região da Pampulha, em BH

O incêndio começou por volta das 10h e, às 12h30, todos os moradores já haviam sido retirados do imóvel pelo Corpo de Bombeiros. 26 pessoas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

O fogo foi controlado por volta de 13h20. De acordo com os militares, as chamas começaram no andar de baixo do imóvel em um monte de material reciclável.