Delegado aposentado pode ser preso por manter leão em cativeiro

Pedro Rotterdan - Hoje em Dia
15/05/2013 às 17:24.
Atualizado em 21/11/2021 às 03:42

  Um delegado aposentado do município de Pains, no Centro-Oeste de Minas Gerais, pode ser preso por manter um leão em cativeiro. Nesta quarta-feira (15), funcionários do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) estiveram na fazenda de João Pedro de Rezende, mas não encontraram o "rei da selva. No entanto, outros animais foram apreendidos no local.    Por telefone, delegado aposentado disse aos agentes do Ibama que repassou o leão para uma pessoa que mora no estado de São Paulo. João Pedro mora na cidade de Formiga, também na região Centro-Oeste, e não esteve na fazenda durante as buscas realizadas pelo Ibama.   Segundo o chefe da instituto em Lavras, Adriano Garcia, 13 animais foram apreendidos na fazenda. São oito canários da terra, um tucano, dois pintassilgos e duas tartarugas. Além disso, o delegado foi multado em R$ 21 mil e será autuado por maus tratos, descumprimento de notificação do Ibama, além de manter animais silvestres e exóticos em cativeiro sem autorização e dificultar a ação da fiscalização.   João Pedro tem um prazo de 48 horas para informar ao Ibama o local para onde o leão foi levado e os dados completos das pessoas que teriam recebido o animal no estado de São Paulo. A Corregedoria da Polícia Civil está no local onde as buscas foram realizadas e o ex-delegado pode até ser preso.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por