Um dentista suspenso de exercer a profissão foi detido, nesta quarta-feira (26), pela Polícia Militar, no Centro da Capital. Após denúncias feitas ao Conselho Regional de Odontologia de Minas Gerais (CRO-MG), uma equipe de fiscalização foi até o consultório, que fica na rua São Paulo, e flagrou o homem trabalhando.

Segundo o assessor do conselho, a suspensão do exercício profissional se deu após denúncias de tratamentos odontológicos inadequados. O profissional foi notificado na última segunda-feira (24), mas não respeitou a decisão. “Ele sofreu punições éticas por inúmeras irregularidades e não respeitou o prazo”, explicou Thiago Martins de Moura.

O suspeito foi levado para a delegacia e assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e responderá em liberdade. “Um inquérito vai ser instaurado e ele vai responder na Justiça”, concluiu Moura.

Ainda segundo Thiago Moura, o CRO apura, por meio de denúncias, infrações às leis que regulamentam a profissão. Todo cidadão pode comunicar supostas irregularidades ao conselho pelo site ou pelo telefone (31) 2104.3000.

Após a denúncia, uma equipe vai a campo para constatar a veracidade das informações e tomar as providências cabíveis, conforme prevê o Código de Ética.