Técnicos da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável iniciaram nesta terça (26), no Vale do Jequitinhonha, a "Operação Serra Negra" de combate ao desmatamento da Mata Atlântica. A ação busca identificar pessoas e empreendimentos que suprimem irregularmente a vegetação nativa e fazem mau uso dos recursos naturais.

A operação investigará áreas de desmatamento indicadas pelo monitoramento via satélite realizado pelo Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema). A ação será feita simultaneamente em quatro municípios: Itamarandiba, Senador Modestino Gonçalves, Frei Lago Negro e Rio Vermelho. Além dos fiscais, participam do trabalho integrantes da Polícia Militar de Meio Ambiente.

Os locais a serem fiscalizados foram pré-definidos no planejamento da Semad como locais onde houve supressão de mata nativa e cabe aos fiscais identificar se foi autorizada ou não, quais os estágios e tipo de vegetação. Também serão fiscalizados caminhões de carvão, comércio, empresas empacotadoras, bem como empreendimentos embargados em operações anteriores, se permanecem com as atividades paralisadas.

A Operação Serra Negra é a segunda grande ação para coibir o desmatamento na Mata Atlântica em 2015. Em março, a Operação Macaco Muriqui 3 embargou 550 hectares de áreas do bioma desmatadas ilegalmente. A ação foi realizada em oito municípios no nordeste do estado.