Aproximadamente 400 detentos do Presídio Regional de Montes Claros, no Norte de Minas, fizeram greve de fome de 24 horas. Segundo a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), os presos estavam insatisfeitos com a mudança de dias para entrega de objetos e alimentos por parte dos familiares.
 
Por isso, no almoço de segunda-feira (6), eles deixaram de aceitar a comida servida pela unidade prisional. Durante o protesto, eles só comeram os alimentos que os parentes haviam levado no último fim de semana.
 
Contudo, voltaram a comer normalmente no almoço desta terça-feira (7).
 
Alteração
 
Conforme a Seds, a entrega de alimentos e objetos para os detentos, que antes era feita aos sábados e domingos, foram alterados, desde segunda-feira, para terças e quartas-feiras. A medida, de acordo com o órgão, é para otimizar o atendimento e agilizar a entrada de visitantes, "o que proporciona mais tempo de contato entre os familiares e detentos".
 
O Presídio Regional de Montes Claros está com aproximadamente 1.050 presos e tem capacidade para 592 presos.