O Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) retoma os atendimentos presenciais a partir desta segunda-feira (25). O retorno é gradual e, para garantir a segurança do público e dos servidores, o cidadão terá que fazer um agendamento prévio no site da instituição.

As atividades presenciais estavam interrompidas desde o dia 20 de março, seguindo as medidas adotadas para conter a disseminação do novo coronavírus. Nesta retomada, serão disponibilizados serviços relacionados ao registro e documentos de veículos e para atendimentos ligados à Carteira Nacional de Habilitação (CNH). 

Mesmo com os serviços presenciais retornando, o delegado Kleyverson Rezende, diretor do Detran-MG, afirmou que as pessoas não precisam ter pressa para ir até os postos do órgão nesse momento, podendo aguardar o fim da pandemia para realizar serviços que não sejam urgentes. Segundo ele, o retorno gradual não interfere na interrupção dos prazos determinados pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). 

"Os processos de habilitação já iniciados terão prazo de 18 meses para conclusão, ao invés de 12 meses. Se a CNH venceu do dia 19 de fevereiro de 2020 em diante, o condutor poderá continuar circulando, enquanto permanecer a situação de emergência de saúde pública. Da mesma forma, ainda estão interrompidos os prazos para transferência de veículos, apresentação de condutor infrator, defesas e recursos de multas e processos administrativos", explicou Rezende. 

Além de evitar aglomerações, o Detran reforça o pedido para a população fazer a constante higienização das mãos e o usar máscaras.

Clínicas médicas e psicológicas credenciadas

As clínicas médicas e psicológicas credenciadas pelo Detran-MG devem adotar os protocolos estabelecidos pelo programa Minas Consciente, além de orientações gerais de saúde e medidas sanitárias que se fizerem necessárias à prevenção e ao combate à disseminação da Covid-19.

O atendimento para este serviço também será feito através de agendamento no site da instituição.

Leia mais:
Passageiros reclamam da falta do álcool em gel nos ônibus de BH
Infectologistas dão dicas para evitar contágio da Covid-19 com abertura do comércio em BH; confira