Torcedor apaixonado, Fernando Brant deixa como legado para os torcedores do América o Hino não oficial do clube. A diretoria do América Futebol Clube divulgou uma nota de pesar no site do clube lamentando a morte do músico mineiro.

"Com profundo pesar, o América lamenta a morte de Fernando Brant, um de seus mais ilustres torcedor e conselheiro. Os diretores, conselheiros, funcionários e colaboradores do clube manifestam sua solidariedade à família, aos amigos e aos milhares de fãs do poeta e músico", diz o texto.

Segundo a diretoria do clube, Fernando Brant era um conselheiro atuante, participava ativamente da vida do América. Esteve presente nas principais decisões do clube, como na última eleição para o atual Conselho Deliberativo do Clube, em outubro do ano passado, na sede sdministrativa ‘Afonso Celso Raso’, no Boulevard Shopping, em Belo Horizonte.

Confira o hino não oficial do América, escrito por Fernando Brant:

“Meu coração é verde e branco/
E assim, o jogo está em minhas mãos/
Sou americano, sim, desde menino/
Eu grito é gol, é gol, é gol/
Para sempre vou viver cantando/
É do América, o meu coração/
É do América, o meu coração…”