A colisão entre um trem de carga e um caminhão deixou duas pessoas levemente feridas e assustou os moradores do bairro Distrito Venceslau Brás, em Sete Lagoas, na região Central de Minas, na manhã desta segunda-feira (15). O veículo de grande porte ficou destruído após a batida.

De acordo com a VLI, empresa proprietária do trem, o motorista do caminhão pulou ao notar a aproximação da locomotiva. Segundo o Corpo de Bombeiros, havia uma segunda pessoa no caminhão, que também pulou. Um dos envolvidos foi socorrido por populares e outra pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), ambos com ferimentos leves.

Em nota, a VLI informou que não houve vítimas na ocorrência e que todos os procedimentos de segurança foram adotados pelo maquinista, como o acionamento da buzina e, em seguida, os freios de emergência.

A empresa ainda relembrou a importância de que, antes de fazer uma travessia em via férrea, pedestres e motoristas sigam as orientações de "pare, olhe e escute".

"Um trem pode demorar até um quilômetro para parar totalmente. A VLI promove campanhas de conscientização para reforçar os cuidados e o comportamento preventivo durante a interação com a linha", declarou.

Leia a nota da VLI na íntegra:

A VLI, operadora da linha férrea, informa que não houve vítimas nesta ocorrência e que todos os procedimentos de segurança foram adotados pelo maquinista, como o acionamento da buzina e, em seguida, os freios de emergência. Antes de atravessar uma via férrea é importante que pedestres e motoristas sigam as orientações de “pare, olhe e escute”. Um trem pode demorar até um quilômetro para parar totalmente. A VLI promove campanhas de conscientização para reforçar os cuidados e o comportamento preventivo durante a interação com a linha.