Dois homens foram presos em flagrante pela Polícia Militar na manhã deste sábado (24) em Belo Horizonte por descumprimento de medida protetiva contra mulheres que denunciaram casos de violência doméstica. 

A primeira prisão ocorreu por volta de 9h, na rua Crucis, bairro Santa Lúcia, região Centro-Sul de Belo Horizonte. De acordo com a PM, o agressor, de 44 anos, é ex-companheiro da vítima, de 35. Por decisão judicial, ele deveria manter uma distância de 100 metros, mas foi visto nesta manhã bem perto da casa da mulher. 

Ele alegou aos policiais que estava no local para buscar o filho de um ano, que iria passar o dia com ele. Entretanto, conforme a PM, o homem deveria ter levado outra pessoa para buscar a criança junto com a mãe. 

“Na outra visita que fizemos a ela, há duas semanas, a vítima já tinha relatado que ele estava descumprindo a medida, mas não tínhamos feito o flagrante. A vítima está bem assustada, tem histórico de ameaças, agressões”, disse o tenente Gilmar Meirelles, da Companhia Independente de Prevenção à Violência Doméstica. 

A segunda prisão, conforme o militar, ocorreu na rua Heriberto Crivelário, no bairro Diamante, no Barreiro. Lá, um homem, de 28 anos, também descumpriu a medida e foi detido em flagrante. 

A vítima estava em casa quando recebeu alertas da aproximação do homem, por um dispositivo que foi entregue à ela pela Justiça, para monitorar a localização do agressor. “Ela tinha ocorrências de ameaças de morte, hoje estava recebendo a primeira visita da nossa equipe”, disse o tenente Meirelles. 

Os dois homens foram levados à Delegacia de Plantão de Atendimento à Mulher, no Barro Preto, onde prestarão depoimento à delegada.