Dois suspeitos foram presos em Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas Gerais, pela morte de um funcionário público, em Conceição do Pará. O crime ocorreu no dia 27 de dezembro de 2013 e um suspeito ainda permanece foragido.

Os detidos Jadson Pinto Alves, de 26 anos, e Vanilson Carlos Alves, de 38 e o procurado Marcos Vinicius Alves, de 21 anos, foram apontados pela Polícia Civil como responsáveis por jogar a vítima, ainda viva, no rio Pará.

De acordo com a investigação, Gilberto Castanheira Mendonça, 36 anos, teve as mãos e pés amarrados, além da boca amordaçada. Na noite do crime, Gilberto foi sequestrado e obrigado a fornecer seu cartão bancário e senha aos suspeitos. Após o delito, os investigados fugiram para Belo Horizonte.

Os três suspeitos possuem um vasto histórico criminal, incluindo estupro, tráfico de drogas, lesão corporal e roubo.