Dois suspeitos de atirar contra um casal de irmãos e matar um menino de apenas 4 anos em Betim, na Grande BH, foram identificados.
 
De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil (PC), o delegado responsável pelo caso, Álvaro Homero, da Delegacia de Homicídios de Betim, Vanderley Sá e Eduardo Fonseca, ambos de 20 anos, teriam sido os atiradores. Porém, eles, que têm passagem por tráfico de drogas e formação de quadrilha, ainda não foram localizados ou presos.
 
As crianças foram baleadas quando estavam dentro de um Fiat Palio, minutos depois que a mãe delas e namorado pararam o veículo na rua Quinze, no bairro Cruzeiro do Sul, devido a um problema mecânico que o veículo apresentou na noite da última segunda-feira (24). Kesley da Silva, de 4 anos, foi atingido no peito e morreu na hora. Já a irmã dele, de 8 anos, foi ferida na boca e permanece internada no Hospital Regional de Betim.
 
Ainda conforme a PC, Homero trabalha com duas linhas de investigação sobre a motivação do homicídio e tentativa de homicídio. A primeira é que o crime foi passional, uma vez que a mãe das crianças teve relacionamento amoroso com um traficante que está preso e ele teria dado ordem para matá-la por estar com outra pessoa. Já a segunda hipótese é de que os irmãos foram baleados por engano durante confronto entre traficantes rivais.