Dono de posto de combustíveis é amordaçado e agredido durante sequestro em Campos Gerais

Hoje em Dia
14/07/2014 às 18:08.
Atualizado em 18/11/2021 às 03:22

O dono de um posto de combustíveis de 48 anos foi sequestrado na porta de casa, em Campos Gerais, no Sul de Minas, na noite desse domingo (13). Segundo a Polícia Militar, o homem, que ficou no poder de três indivíduos, foi liberado na madrugada desta segunda-feira (14) após a família dele pagar o resgate. O valor repassado à quadrilha não foi revelado Polícia Civil (PC). A PM acredita que o valor possa chegar a até R$ 100 mil.   O comerciante foi abordado por volta das 21h30 do domingo, na rua Vicente de Paula, no Centro da cidade por três homens armados. Segundo a PM, a vítima foi agredida na cabeça, amarrada e amordaçada. A PM disse ainda que os bandidos levaram o comerciante em um veículo Honda City, que seguiu pela BR-369, em sentido à cidade de Boa Esperança.   A PM informou que cerca de duas horas depois do sequestro, os autores do crime teriam entrado em contato com a família da vítima e pedido dinheiro em troca da libertação do comerciante. A família, então, fez o repasse do dinheiro e, em seguida, acionou os militares. A PM, por sua vez, chamou a Polícia Civil (PC). Após o pagamento do resgate, a quadrilha libertou o refém.   Segundo a PC, é possível que a quadrilha seja formada por cinco pessoas, sendo três responsáveis por manter a vítima refém e outros dois seriam pontos de apoio.    A PM afirmou que já há algumas suspeitas sobre quem seriam os autores do sequestros, porém, essa informação não será divulgada para não atrapalhar as investigações.    As investigações estão sob a responsabilidade do delegado de Campos Gerais, Danilo Domingos Pereira, e um inquérito já foi instaurado, mas nenhum suspeito foi capturado. 

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por