Uma longa fila de carros se forma neste sábado (17), na avenida Antônio Abrahão Caram, para acesso à vacinação contra a Covid-19 na portaria 2 da UFMG, na Pampulha, em Belo Horizonte. Hoje, o sistema drive thru atende idosos de 73 e 74 anos que devem receber a segunda dose. A aplicação do reforço foi antecipada pela prefeitura da capital após a chegada de nova remessa, na segunda-feira (12).

A bancária Cláudia Calab, de 33 anos, esperou por 1h30 no local para conseguir a imunização da mãe, Clélia, de 73 anos. "É uma demora. Na primeira dose foram 4 horas na fila, também na UFMG. Mas vale super a pena. Podemos dizer que estamos começando um novo ano. Vem em excelente momento", contou.

997bff60-2ced-48c1-95d6-6910708cdef9.jpg

Cláudia e a mãe, Clélia, vacinada em segunda dose: "alívio"

Como atua em serviço essencial, a profissional afirmou que sentia muita insegurança devido ao risco de contaminar os pais. O patriarca, Benjamin, de 78 anos, já recebeu as duas doses. "Estou super ansiosa para chegar minha vez. Minha maior preocupação era contaminhar a minha mãe. Mas eu tento me proteger, usar máscara, álcool a cada atendimento", declarou.

O aposentado Carlos Antônio Guerra, de 73 anos, também relatou fila no local, de aproximadamente 50 minutos. Apesar disso, agradeceu a oportunidade. "Estou muito satisfeito com a vacina. Agora é aguardar 15 dias para criar anticorpos", afirmou o idoso, que foi levado ao posto drive thru pelo filho, o servidor Marcos de Oliveira, de 43 anos.

Na família, o cuidado com a prevenção à contaminação teve início no ano passado. "Trouxe meus pais para morarem comigo em BH, para ficarem mais reservados em casa", contou. Os pais moravam em Formiga, no Centro-Oeste de Minas. Marcos, que é trabalhador da saúde, também aguarda a chegada do momento dele para se imunizar.

692af8b0-2beb-4eeb-a3b6-a490285412c3.jpg

Carlos Antônio recebeu a proteção após 50 minutos na fila

Vacinação

A aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid ocorre, neste sábado, nos postos fixos, extras e pontos de drive-thru, das 7h30 às 13h. São vacinados idosos de 73 e 74 anos que tenham recebido a primeira dose há pelo menos duas semanas, prazo que é estipulado pelo Ministério da Saúde para a CoronaVac.

Os endereços dos postos de vacinação podem ser vistos aqui.

Além de respeitar o prazo, a Prefeitura de BH relembra que o idoso deve levar documento de identidade, CPF e comprovante de residência, além do cartão de vacinação que conste a aplicação da primeira dose.

Outra orientação da administração municipal é que as nove Unidades de Atendimento 24h não Covid não ofertam a vacinação. Nesses locais, que estão em funcionamento nas sedes de centros de saúde, o atendimento é exclusivo a casos de baixa e média complexidade não respiratórios.

Já a imunização, em segunda dose, de idosos com 71 e 72 anos será feita na segunda-feira (19), das 7h30 às 16h30, nos postos fixos e extras, e de 8h às 16h30, nos pontos de drive-thru. Os critérios para receber o reforço são os mesmos da outra faixa etária. Os locais de aplicação podem ser vistos aqui.

Leia mais:
Dupla-Sena da Páscoa sorteia prêmio de R$ 30 milhões neste sábado
Quatro jovens são detidos após assaltarem motorista de app
Arquidiocese retoma visitação ao Santuário da Piedade, em Caeté, com agendamento on-line