Duas pessoas foram feitas de reféns após uma quadrilha explodir caixas eletrônicos de agências bancárias da Caixa e do Banco do Brasil em São Gonçalo do Sapucaí, no Sul de Minas, na madrugada desta quarta-feira (15). De acordo com a Polícia Militar, as vítimas foram deixadas pelos criminosos na saída da cidade, durante a fuga. Ninguém se feriu.

Policiais fazem diligências na região na manhã desta quarta-feira. Pelo menos quatro homens fortemente armados teriam participado da ação. O Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) auxilia nas buscas pelos suspeitos, que fugiram no sentido da cidade de Cordislândia. 

A Polícia Civil informou que a perícia compareceu às agências atingidas e uma equipe está empenhada nas buscas pelos quatro suspeitos. O veículo usado no crime foi roubado no dia anterior em Campanha, também no Sul de Minas, de acordo com a instituição. 

A Caixa afirmou que informações sobre eventos criminosos em suas unidades são repassadas exclusivamente às autoridades policiais, e ratificou que coopera integralmente com as investigações dos órgãos competentes.

O Banco do Brasil informou que colabora com as investigações policiais para a solução do caso e informa que aguarda a liberação da agência após perícia policial avaliar os danos à estrutura da unidade. A agência São Gonçalo do Sapucaí não abrirá nesta quarta-feira. "Como alternativa, os clientes podem utilizar a rede compartilhada de atendimento, através de correspondentes e Casas Lotéricas presentes na cidade", disse o banco.