Dois homens, de 37 e 49 anos, foram presos pelo furto de um busto de bronze do Instituto de Educação de Minas Gerais, localizado no bairro Funcionários, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, na madrugada desta segunda-feira (23). 

O caso chegou à Polícia Militar a partir de uma denúncia anônima. Segundo o denunciante, um homem retirou a estátua do interior do colégio e, em seguida, a colocou em um carrinho de supermercado, emprestado de um conhecido.

Em seguida, ambos foram até dois estabelecimentos de compra e venda de sucata, no bairro Lagoinha, para tentar comercializar o item. No entanto, os militares chegaram ao local, na rua Itapecerica, e prenderam a dupla.

À PM, um dos homens confirmou que havia pulado o muro da escola para pegar o busto. Os agentes foram ao Instituto e constataram que a alvenaria da estátua estava danificada pela retirada do metal.

Os dois homens foram encaminhados para a Central de Flagrantes 4, no bairro Alípio de Melo. 

Segundo a polícia, nenhum representante do colégio foi localizado no momento do registro da ocorrência. O busto ficou apreendido à espera dos responsáveis.

 

Procurada, a Secretaria de Estado de Educação afirmou que tomou as providências relacionadas ao caso, que segue em acompanhamento pela coordenação da unidade. 

Além disso, informou que a escola conta com sistema de vigilância e monitoramento, que está em funcionamento.

Por fim, declarou que a unidade escolar irá avaliar as medidas necessárias para a recuperação da escultura.

Leia a nota na íntegra:

Sobre a ocorrência de vandalismo e furto verificada na manhã desse domingo (22/11) no jardim do Instituto de Educação de Minas Gerais (IEMG), informamos que a direção da unidade tomou todas as providências cabíveis logo que soube da situação. A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) esteve no local e a direção registrou o boletim de ocorrência. O busto de bronze existente na área externa da escola foi quebrado e uma parte foi furtada. A Superintendência Regional de Ensino (SRE) Metropolitana A, responsável pela coordenação da unidade, está acompanhando o caso.

A escola conta com sistema de vigilância e monitoramento, que está em funcionamento. Além da parceria com a  PMMG, por meio da Patrulha Escolar, que realiza rondas periodicamente no entorno da unidade de ensino e atua na prevenção e combate a crimes dessa natureza. Ressaltamos que o processo para substituição de câmeras de segurança danificadas está em andamento.  

Informamos ainda que logo que o material recuperado pela Polícia for devolvido à unidade escolar, a direção, juntamente com a equipe da SRE, irá avaliar as medidas necessárias para recuperação da escultura.