Um office boy, de 26 anos, e um ajudante de carvoaria, de 49, foram presos em flagrante nesta terça-feira (27) por armazenar e compartilhar fotos e vídeos contendo pornografia infantil na web. 

A dupla foi presa pela Polícia Federal (PF), que nesta manhã deflagrou a operação Janela Anônima, para combater a divulgação do material ilícito na internet.

De acordo com a corporação, a Justiça Federal de Belo Horizonte expediu três mandados de busca e apreensão, que foram cumpridos em Montes Claros e Pirapora, ambas cidades localizadas no Norte de Minas.

Durante a operação, os agentes federais encontraram arquivos de pornografia infantil com os dois homens. Com eles, foram apreendidos celulares e computadores, que serão periciados.

Os suspeitos foram levados pela Polícia Federal em Montes Claros, onde estão sendo ouvidos. Eles podem responder por dois crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente, cujas penas podem chegar a 6 anos de prisão.

Janela Anônima

Segundo a PF, as investigações tiveram início em 2018, depois que uma pessoa denunciou que um perfil em uma rede social estava sendo usado para assediar menores e obter imagens íntimas das vítimas.

Leia mais:
PF faz operação em Minas para combater exploração sexual de criança e adolescente na web