Uma conversa pelo WhatsApp terminou com a prisão de dois homens suspeitos de assaltarem uma casa no bairro Mangabeiras, Zona Sul de Belo Horizonte, neste domingo (13). Moradora do imóvel, uma mulher conseguiu se esconder no closet da casa junto com o marido e dois filhos. De lá, pediu socorro em um grupo de compartilhamento de mensagens de segurança entre a comunidade e a Polícia Militar.

A mulher contou aos militares que se escondeu quando notou que a casa estava sendo invadida. Os suspeitos arrombaram a porta do closet, encontraram as vítimas e os ameaçaram para que indicassem onde estava o cofre, que foi levado. A captura dos suspeitos foi possível graças aos vizinhos, que viram a mensagem no grupo e acionaram a PM, informando a placa de um carro estacionado em frente ao imóvel. 

Quando os militares chegaram ao local, os suspeitos tentaram fugir pulando os muros para outras casas, e foram detidos em uma residência abandonada. Segundo os militares que atenderam a ocorrência, a dupla mora em Betim, na Grande, e tem aproximadamente 25 anos. Um deles, tinha um mandado de prisão em aberto. Os dois homens já tinham passagem policial pelos crimes de homicídio, roubo, porte ilegal de arma, tráfico de drogas e clonagem de carros.  

Com eles foi apreendida uma pistola, munições, três aparelhos celulares, R$ 27 e o cofre roubado da casa, onde havia dinheiro e jóias.

Menina de 10 anos cai do 9º andar de prédio em BH
Incêndio na Serra do Cipó é controlado, mas parque segue monitorado e fechado para visitação
PRF apreende 240kg de maconha após perseguição e acidente na BR-381