Dois argentinos que portavam documentos falsos foram presos em flagrante pela Polícia Federal na Receita Federal de Varginha, no Sul de Minas, nessa quarta-feira (27). A dupla tentou solicitar o Cadastro de Pessoa Física (CPF). 

De acordo com a PF, os estrangeiros apresentaram Registro Nacional de Estrangeiros (RNE) falsificado na repartição pública. Esse documento é emitido pela Polícia Federal.

Para piorar a situação, um dos argentinos estava em situação irregular no Brasil. O outro possuía autorização de estada temporária.

"Ambos foram autuados por uso de documento falso (artigo 304 do Código Penal Brasileiro), estando sujeitos a seis anos de reclusão, se condenados", informou a PF.

Ainda conforme a polícia, os homens detidos foram encaminhados ao estabelecimento prisional competente. A prisão foi comunicada ao Consulado Argentino.

Por fim, além de processo penal, os estrangeiros estão sujeitos a inquérito administrativo de expulsão, declarou a PF.

Leia mais:
Minas não terá ponto facultativo no Carnaval, afirma Estado
Enem digital será presencial e candidato deve levar caneta preta
Zema garante produção de vacina contra Covid em Minas, mas não dá previsão de quando