Dois homens levaram aproximadamente R$ 40 mil durante um assalto a uma das unidades do Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob) localizada no Centro de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), um dos suspeitos estaria armado com um revólver calibre 38 e teria ameaçado atirar na cabeça dos empregados e clientes da cooperativa.
 
De acordo com um dos funcionários do estabelecimento em depoimento à polícia, o primeiro suspeito entrou no Sicoob pouco antes das 16 horas, quando a agência fecha, usando uma touca preta, óculos escuros e blusa de frio cinza. Ele seguiu para a fila do caixa e agiu normalmente. 
 
Por volta das 16h10, o comparsa do primeiro suspeito chegou à agência que já havia sido fechada. Ainda de acordo com o funcionário, o homem que já estava na agência saiu da fila e foi até outro funcionário do Sicoob que seria responsável pela liberação da entrada e saída de clientes. Armado com um revólver calibre 38 obrigou o funcionário a abrir a porta giratória para que o segundo suspeito pudesse entrar. Ele usava uma peruca marrom avermelhada, camisa laranja e óculos de sol de lentes coloridas.
 
Com os dois no interior da cooperativa, eles exigiram que os operadores de caixa recolhessem todo o dinheiro das gavetas e que o funcionário da portaria colocasse tudo em um sacola. Os suspeitos ainda ameaçaram atirar na cabeça de clientes e funcionários, caso alguém reagisse ou chamasse a polícia.
 
Em poucos minutos, a dupla deixou a cooperativa com o dinheiro, aproximadamente R$ 40 mil, e desceu a pé a rua Curitiba em direção à rua Carijós. Ainda não se sabe se os suspeitos fugiram em algum automóvel depois e se alguém os esperava próximo ao local do roubo. 
 
Segundo informações da PM, um intenso rastreamento foi realizado na região mas ninguém foi localizado. A agência do Sicoob possui circuito interno de TV e as imagens serão analisadas pela Polícia Civil, que também vai investigar o caso.