Dois homens que utilizaram linhas de anzol para tentar jogar 20 celulares para dentro da Penitenciária Dênio Moreira de Carvalho, em Ipaba, na Região do Vale do Rio Doce, estão sendo procurados pela polícia.

O crime foi frustrado pelos agentes que faziam a segurança da unidade prisional, que flagraram a ação. Os suspeitos fugiram deixando duas sacolas para trás. Nelas, além dos aparelhos telefônicos, também estavam 250g de maconha, 21 baterias, 15 carregadores, cinco fones de ouvido, quatorze chips, seis pedaços de serra, duas brocas de furadeira, um estilingue, uma luva e linhas de anzol.

O caso aconteceu por volta das 4 horas de sexta-feira (19), quando os agentes faziam ronda na muralha da penitenciária. De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), a dupla estava esticando linhas que provavelmente seriam arremessadas com os produtos.

"Ao perceberem que foram notados os dois homens correram. Eles foram perseguidos pelos agentes, mas não foram localizados", informou o órgão. Ainda conforme a Seap, parte da equipe de plantão fez buscas na área, mas somente as sacolas foram apreendidas. Um celular ligado, provavelmente de propriedade de um dos suspeitos, também foi encontrado.

O Registro de Eventos de Defesa Social (Reds) foi confeccionado e o material encaminhado para a delegacia do município. A Polícia Civil ficará responsável pela investigação do caso.