Já é intensa a movimentação de alunos no entorno da PUC Minas, no bairro Coração Eucarístico, região Noroeste da capital. A universidade é um dos pontos que recebe o ENEM neste domingo. Apesar do grande fluxo de veículos uma hora antes do fechamento dos portões, o trânsito não registra grandes problemas na região.

A opção para o segundo dia de prova é chegar mais cedo. "Estou fugindo para não aparecer nos atrasados do ENEM", brinca Maria Eduarda Reis, de 17 anos que aguarda o início das provas dentro da universidade. Desesperada, a aluna que tenta uma vaga no curso de Direito espera muito desgaste no exame aplicado hoje. "Exatas é sempre mais desgastante. Muita conta, muitas fórmulas e menos tempo", desabafa. 

Ana Júlia Duarte, 17 anos, está na mesma situação. "Sei que vou sair bem cansada. Hoje será o dia mais cansativo com certeza", garante a jovem. 

Para o time dos aflitos e desesperados, oração. Na porta da PUC Minas, pessoas e instituições oferecem um momento de prece e fé. "É uma forma de trazer tranquilidade para esse momento tenso e de muita aflição", explica Helen Muniz, representante da Renovação Carismática Cristã que montou um espaço na entrada da universidade com oratório e almofadas. 

Felipe Douglas, 28 anos, quis dedicar um tempinho para a oração. "Sem Deus nada se realiza", afirma. 

Para Gabriela Rocha, de 19 anos e que quer uma vaga no curso de medicina o apoio vem da família. Acompanhada da mãe, ela espera pelo início do ENEM. "Ela está sempre comigo. Me dá tranquilidade e isso é muito bom!", garante. "É importante passar tranquilidade nesse momento tenso. Ela sabe que estamos juntas para o que vier", afirma Elizabeth Rocha, mãe da estudante. 

Os portões fecham às 13h e o início do exame está previsto para 13h30.