As inscrições para a edição 2021 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) serão abertas nesta quarta-feira (30). Os candidatos podem se cadastrar na Página do Aluno até 14 de julho. O certame deste ano será realizado em 21 e 28 de novembro nas versões impressa e digital.

Os interessados nas provas terão que fazer cadastro no portal do governo federal, no acesso.gov.br. Os que já têm login, mas, não lembram a senha, têm a possibilidade de recuperar no aplicativo gov.br.
 

enem

Após escolher o modelo que irá realizar o exame, se impresso ou on-line, o candidato não poderá trocar a opção

É durante a inscrição que os estudantes poderão escolher se farão a prova na versão impressa ou digital, mas a opção não poderá ser alterada posteriormente. A modalidade on-line irá disponibilizar 101.100 vagas.

Porém, os treineiros, que fazem os testes apenas para auto-avaliação, poderão fazer apenas a impressa. Nessa versão não há limite de inscrições.

Os candidatos que necessitarem de atendimento especializado durante o Enem deverão fazer a solicitação durante a inscrição. Veja as condições contempladas:

  • Baixa visão
  • Cegueira
  • Visão Monucular
  • Deficiência Física
  • Deficiência auditva
  • Surdez
  • Deficiência Intelectual (mental)
  • Surdocegueira
  • Dislexia
  • Deficit de atenção
  • Transtorno e aspectro autista
  • Discauculia
  • Gestante/Lactante
  • Idosos

Para isso, os estudantes deverão anexar a documentação que comprove a deficiência no site de inscrição.

O documento deve conter o nome completo dos participantes, assinatura com registro do Conselho Regional de Medicina (CRM) ou do Ministério da Saúde (RMS) e diagnóstico emitido por profissionais de saúde e a Classificação Internacional de Doença (CID). Já as lactantes deverão apresentar a certidão de nascimento da criança que tenha 1 ano ou menos.

(*) Estagiária sob supervisão da editora-adjunta Renata Galdino

Leia mais:
De vendedor a analista de conteúdo: ensino superior transforma vida de jovem da Grande BH
Minas Gerais pode liberar volta às aulas em cidades da Onda Vermelha