Faltando pouco menos de quatro meses para a prova do Enem, alguns candidatos podem se confundir na hora escolher temas para focar nos estudos. Especialistas advertem: é importante elencar prioridades e, para ajudar, o estudante pode se atentar aos temas mais recorrentes nas provas anteriores.

"Saber com que frequência os temas são cobrados na prova é importante para se ter uma ideia do tempo que será dedicado a cada um deles, mas é essencial que o aluno passe por todos os assuntos listados no edital", pondera o professor José Eustáquio Simões, coordenador do Pré-Enem do Promove.

Mesmo com os temas recorrentes elencados, o estudante deve ser esperto e criar um planejamento de estudo personalizado que abranja todos os temas de todas as disciplinas. "É essencial também que os alunos estejam atentos às alterações no cenário político, que certamente vão interferir em alguns temas antes cobrados no Enem, então destrinchar o edital é o mais seguro", alertou Simões. 

Outro ponto a ser considerado na hora de escolher os temas prioritários é que os estudantes não se prendam aos assuntos que não gostam. "Há muito essa impressão de que é preciso focar no que não se gosta. De fato é importante ter o maior domínio possível do que é cobrado na prova, mas as chances de acertar assuntos dos quais se gosta e tem conhecimento são maiores", afirmou o professor.
 
Levantamento

O professor José Eustáquio Simões, coordenador do Pré-Enem do Promove, e o professor Judson Bernardino, diretor do Elite Rede de Ensino em BH, listaram os principais temas por percentual de recorrência e ranquearam os cinco mais abordados em cada disciplina:

Matemática 

1º) Operações com frações
2º) Porcentagem
3º) Análise de gráficos
4º) Análise de tabelas
5º) Estatística básica. 

Equações de 1º e 2º grau, grandezas proporcionais e matemática financeira também entram com frequência.

Linguagens, códigos e suas tecnologias

1º) Estratégias argumentativas e discursivas
2º) Escolas literárias
3º) Variedades linguísticas
4º) Arte e cultura 
5º) Textos jornalísticos: interpretação e estrutura.

Ciências humanas e suas tecnologias

História

1º) Brasil Colonial 
2º) Primeira República
3º) Império 
4º) Cultura negra no Brasil
5º) Revoluções Industriais

A Segunda Guerra Mundial também deve ser explorada. Filmes e livros sobre o tema podem ajudar.

Geografia

1º) Espaço rural 
2º) Impactos ambientais 
3º) Globalização 
4º) Geologia e geomorfologia 
5º) Geopolítica do mundo atual

As posições defendidas pelo governo atual podem refletir nas questões do Enem. Temas relacionados a questões ambientais podem ser preteridos em favor de temáticas como urbanização e globalização.

Filosofia e Sociologia

1º) Etnocentrismo e relativismo
2º) Esferas culturais: o popular, o erudito e o patrimônio 
3º) Filosofia Moderna: Descartes 
4º) Filosofia moral e a questão ética
5º) Consequências da globalização – tecnologia e trabalho

Ciências da natureza e suas tecnologias

Biologia

1º) Lixo – problemas ambientais 
2º) Imunização 
3º) Água – problemas ambientais 
4º) Ciclos do carbono, nitrogênio e água 
5º) Genética e mutações

Física

1º) Usinas e instalações residenciais
2º) Ondas
3º) Calorimetria
4º) Hidrostática
5º) Óptica

Energia e trabalho, acústica e resistores também são temas importantes.

Química

1º) Cadeias carbônicas
2º) Estequiometria
3º) Unidades de concentração 
4º) Eletroquímica
5º) pH e pOH

Dicas complementares para melhorar seus estudos e seu desempenho no Enem:

- Estabeleça metas de estudo e se mantenha fiel a elas.
- Tire um dia na semana para descansar.
- Faça muitas provas anteriores.
- Siga sempre as estratégias de resolução de provas que foram desenvolvidas ao longo dos simulados.
- Tenha uma boa gestão de tempo da prova.
- Estude atualidades.
- Exerça a autoconfiança.

Leia mais:
Férias de julho antes do Enem: descansar ou estudar? Especialistas respondem
Inseguro na preparação para a redação do Enem? Confira as dicas sobre possível mudança de viés