Em pouco mais de uma semana, Minas registrou mais de 5 mil novos casos prováveis (confirmados e suspeitos) de dengue. O dado consta em balanço divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) na noite de quinta-feira (24). 

Mesmo com as atenções voltadas para o combate à Covid-19, a orientação da SES é não se descuidar do mosquito Aedes aegypti.

De acordo com o boletim, no total, já são 51.842 notificações. No último levantamento, divulgado em 14 de abril, eram 46.681. Em dez dias, são 5.161 registros a mais - aumento de 11%.

Até o momento, cinco pessoas já morreram por conta da doença. Elas moravam em Alfenas, Medina, Guaxupé, Itinga e Carneirinho. Vinte e três óbitos ainda são investigação.

Chikungunya e zika

O boletim também mostra a situação de outras doenças transmitidas pelo mosquito. Em relação à chikungunya, são 877 notificações prováveis e uma morte em investigação. Já sobre a zika, o levantamento indica 293 casos prováveis, sendo 33 em grávidas.

Leia também:
Operário que fazia higienização de via morre atropelado por condutor com sinais de embriaguez
Fhemig abre chamamento emergencial para médicos e técnicos de enfermagem devido à Covid