Pelo menos 14 pessoas morreram nas estradas mineiras até este domingo de carnaval. O acidente mais grave foi registrado na BR-365, em Indianópolis, no Triângulo Mineiro, no sábado. A batida entre um carro e um micro-ônibus deixou 4 mortos e 12 feridos. Foram necessárias cinco viaturas e 14 militares do Corpo de Bombeiros, além de mais três viaturas da prefeitura de Uberlândia para atender à ocorrência.

As outras mortes ocorreram nas BRs 491, 267, 050, 381 e 040. Os acidentes também já deixaram um balanço negativo de 21 feridos, a maior parte vítimas de colisões nas BRs 381, conhecida como “Rodovia da morte” e por onde muitos mineiros passam em direção ao litoral capixaba, e 040, trajeto de muitos foliões que se deslocam para o Rio de Janeiro.

As batidas com vítimas fatais se concentraram entre sexta e sábado, quando o movimento nas estradas foi recorde para o período, segundo o inspetor Aristides Júnior, da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Neste domingo (2), o fluxo nas rodovias é mais tranquilo e nenhum acidente grave foi registrado até o momento pela PRF. Contudo, ainda há registro de congestionamento, de cerca de três quilômetros, na BR-381, sentido Vitória, próximo a ponte sobre o Rio das Velhas, por causa do grande número de veículos.

A queda de uma árvore provoca a interdição da pista na BR-040, altura do quilômetro 425, em Paraopeba, sentido Brasília. Segundo a PRF, ainda não há previsão de liberação da via.

Nova União

Um carro capotou na BR-381, no bairro Sol Nascente, em Nova União, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo o Corpo de Bombeiros, haviam duas pessoas no veículo, que tiveram ferimentos leves. A via ainda não foi liberada e a viatura do Copo de Bombeiros ainda trabalha no local. 

Atualizada às 17h56