Cerca de 3 mil pacientes atendidos por mês. Essa é a média oferecida à população mineira no Hospital de Olhos Hilton Rocha, que passou por diversas reestruturações desde a instalação em local com acesso facilitado, na região hospitalar de Belo Horizonte, em setembro de 2020.

A previsão é aumentar ainda mais a assistência oftalmológica na capital, garantindo, em breve, diversos serviços pelo Sistema Único de Saúde (SUS). 

A nova e moderna casa, mais próxima à área central da cidade, é administrada pela Sociedade Educativa do Brasil (Soebras). São 5 mil metros quadrados, com cinco andares e elevador, além de modernos equipamentos e salas de exames integradas. Atualmente, há 90 funcionários, sendo 60 médicos. 

“Atendemos 2,5 milhões de pessoas nos últimos 15 anos. A humanização da acolhida continua a mesma na casa nova, que funciona com excelência”, disse a diretora do hospital, a oftalmologista Ariadna Muniz

Integração e facilidade
Uma das novidades do complexo é a integração das salas. Na prática, o paciente que faz uma consulta para verificar a córnea, por exemplo, poderá, naquele mesmo espaço, fazer os exames solicitados pelo médico.

“Antes, as pessoas precisavam andar pelo prédio antigo para procurar onde iriam fazer os exames. A departamentalização é uma modernidade que inserimos. Nós reestruturamos e reequipamos tudo”, explicou Ariadna.

Atendimento SUS
O hospital ainda não voltou a atender os pacientes pelo SUS. A instituição aguarda uma liberação do poder público para oferecer à população o que há de melhor. “Tínhamos a autorização no prédio antigo. Já tivemos reuniões e estamos aguardando o credenciamento. Temos a capacidade e o know-how. Estamos prontos”, garantiu a médica. A unidade segue acolhendo, sem custos, os pacientes do SUS que procuraram por atendimento na nova sede. 

O prédio do Hospital de Olhos Hilton Rocha fica na rua Juiz da Costa Val, 161, no Santa Efigênia, na região Leste. Antes, funcionava no Mangabeiras, na região Centro-Sul da capital.