Em quatro das nove regionais de Belo Horizonte, já choveu até esta quarta-feira (15) mais do que era esperado para todo o mês. O maior volume foi registrado na região Noroeste, onde já choveu 397,4 mm – 21% a mais do que a média histórica para janeiro, que é 329,1 mm.

Nas regionais Pampulha, Oeste e Centro-Sul, a média histórica também foi superada, de acordo com dados divulgados pela Defesa Civil de Belo Horizonte.

Somente nesta quarta-feira, quando foi registrado um temporal em várias partes da capital, choveu 77,7 mm na região Oeste, provocando inundações nas avenidas Tereza Cristina e Francisco Sá. Na região Noroeste, o volume registrado no mesmo dia foi de 76,2 mm. No total, sete vias da capital foram bloqueadas para trânsito, devido a transbordamento e risco de transbordamento de córregos.

E deve cair muito mais água do céu até domingo (19), de acordo com Cleber Souza, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). De acordo com o especialista, o volume pode superar os 100 milímetros (mm). Na capital, a média histórica de janeiro é de 329,1 mm.

“Essa condição é normal no verão, época em que as temperaturas estão mais altas e a umidade elevada. É o combustível ideal para formação de nuvens e temporais”, explicou o meteorologista Cleber Souza.

Confira o acumulado de chuva (mm), por Regional, nesta quarta-feira (15):

Barreiro - 39,8

Centro Sul - 45,2

Leste - 7,4

Nordeste - 41,2

Noroeste - 76,2

Norte - 29,4

Oeste - 77,4

Pampulha - 54,4

Venda Nova - 0,6

* Com Renata Evangelista