Nos últimos sete dias, o Corpo de Bombeiros registrou mais de 1.800 ocorrências em todo o Estado referentes a problemas causados pelas chuvas. Após quinta-feira (24), primeiro dia de uma sequência de temporais que caíram sobre Minas Gerais, a corporação atendeu a 28 casos de desabamento com vítimas e 83 de deslizamento ou soterramento.

A corporação realizou mais de 1.250 vistorias em locais com risco de desabamento e desmoronamento e 280 avaliações em casos de deslizamento e soterramento. Somente nesta quinta-feira, há 28 registros abertos para vistoria em locais com risco de desabamento ou desmoronamento no Estado.

Em Belo Horizonte, um dos trabalhos feitos por bombeiros nesta quinta-feira é a retirada de árvores que podem cair sobre a BR-356, interditada entre o BH Shopping e a Savassi, por causa de risco de desmoronamento.  

Leia mais:
Governo federal repassa R$ 7,7 milhões para BH, mas Kalil quer, pelo menos, R$ 300 milhões
Dois dias após enchente, praça Marília de Dirceu ainda tem lama, buracos e sujeira
Veja quais ruas e avenidas de BH estão interditadas nesta quinta