Emoção toma conta de belo-horizontinos em dia de retomada de vacinação contra a Covid-19 por idade

Marina Proton (*)
mproton@hojeemdia.com.br
24/06/2021 às 09:53.
Atualizado em 05/12/2021 às 05:14
 (Lucas Prates/Hoje em Dia)

(Lucas Prates/Hoje em Dia)

No dia em que Belo Horizonte retoma a vacinação contra a Covid-19 por idade, a movimentação nos centros de saúde é intensa. Logo no início da manhã desta quinta-feira (24), filas se formaram em frente as unidades de saúde e, após a imunização, alívio e emoção.

 “Estou satisfeito, grato e muito feliz. O dom da vida mais precioso é o direito de viver saudável, mais ainda”, disse o engenheiro Rodrigo Otávio Campos Maciel, de 58 anos, que aguardou cerca de 40 minutos para ser vacinado no Centro de Saúde Santa Rita de Cássia, no bairro São Pedro, região Centro-Sul da capital.

Agora aliviada, a belo-horizontina Maria Aparecida de Carvalho, de 55 anos, foi uma das primeiras da fila e garantiu a imunização ainda nos primeiros minutos, já que chegou ao local às 6h30, uma hora antes do início da aplicação.  

“Sensação de alívio. Estou muito tranquila agora e contando os dias para tomar a segunda dose. Foi tudo muito rápido e aconselho que as pessoas venham tomar a vacina”, disse.

Hoje, são vacinados os moradores de BH de 55 anos, completados até 30 de junho. Para este grupo, a aplicação ocorre até às 16h30, nos pontos fixos e extras, e das 8h às 16h30 para o drive-thru. (https://prefeitura.pbh.gov.br/saude/pontos-de-vacinacao-demais-publicos)

Ao todo, 63 mil belo-horizontinos, de 53 a 55 anos, receberão a AstraZeneca, vacina contra a Covid-19, a partir desta quinta-feira. Amanhã (25), é a vez daqueles com 54. Depois, no sábado (26), das pessoas com 53. 

No momento da aplicação, é necessário apresentar comprovante de residência, identidade, não ter recebido qualquer vacina nas últimas duas semanas e nem ter testado positivo para o coronavírus com início de sintomas nos últimos 30 dias.

A prefeitura aconselha que os usuários fiquem atentos aos locais de vacinação, já que, por questões de logística, são alterados frequentemente. Se, por algum motivo, alguém que faz parte dos grupos prioritários já convocados perdeu a data, basta comparecer aos postos para receber o imunizante.

(*) Com Lucas Prates

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por