Um empresário de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, seu irmão e três homens que os sequestraram ficaram feridos, na tarde desta sexta-feira (6), após o carro em que eram mantidos reféns se envolver em um acidente durante uma perseguição policial, na BR-262, altura de Mateus Leme, também na Grande BH. As vítimas, que não tiveram suas idades divulgadas, ficaram gravemente feridas, sendo que um deles precisou ser levado de helicóptero para o Hospital de Pronto-Socorro (HPS) João XXIII. 

O crime foi descoberto após a filha do empresário, que atua na compra e venda de caminhões, receber uma ligação e mensagens do pai pedindo que ela transferisse R$ 50 mil para algumas contas no nome de mulheres, totalizando um valor de R$ 150 mil pelo resgate. Percebendo a situação, a mulher procurou, então, uma unidade da Polícia Militar (PM), por volta das 13h, e contou que o pai e seu tio tinham saído para verificar uma possível compra quando teriam sido sequestrados. 

WhatsApp Image 2019-12-06 at 18.05.35 (1).jpeg
Vítimas ficaram gravemente feridas após criminosos perderem o controle e causarem acidente na BR-262

Com o número da placa do veículo, um Toyota Hilux SW4, em mãos, os militares iniciaram as buscas e se deparando com o carro cerca de 30 minutos depois na BR-262. O tenente Rafael Jannuzzi, do Grupo Especializado em Rádio Patrulha (GER) do 2º Batalhão de Policiamento Especializado, participou da ocorrência e revela detalhes do acidente. 

"Demos ordem de parada e eles fugiram. A perseguição durou cerca de 10 minutos, até que eles perderam o controle, bateram contra a mureta e um barranco, capotando. Dentro do carro estavam as duas vítimas em estado grave, e os três suspeitos também feridos, mas em menor gravidade", detalha o policial. 

Além da vítima mais grave, levada de helicóptero para o hospital da capital, o outro sequestrado que ficou ferido foi encaminhado para um hospital de Pará de Minas, na região Centro-Oeste do Estado. Já os suspeitos acabaram socorridos para o Hospital Regional de Betim, também na Região Metropolitana de BH. 

"Era uma quadrilha especializada nesse tipo de crime. Eles marcam com os empresários em um local, usando uma possível venda como subterfúgio para atrair as vítimas. Quando os compradores chegam, eles privam a liberdade e começam a exigir transferências em dinheiro. Eles foram presos em flagrante por extorsão mediante sequestro", completa o tenente Jannuzzi. 

Leia mais:
Idosos sequestrados são resgatados após dois dias de cativeiro; ciganos são suspeitos
Polícia Civil prende suspeito de sequestro de gerente de banco e família na Zona da Mata
Empresário tem mãe e cunhada sequestradas por dívida de R$ 8 milhões em bitcoins

Confira outras fotos do veículo acidentado: