A Polícia Civil, por meio da Operação Fictus, desarticulou uma associação criminosa voltada para os crimes de estelionato, contra a relação de consumo e fraude em licitação, levando à prisão do empresário Rogério Rodriques Zambrana.

As investigações tiveram início com a denúncia da Polícia Militar de que a empresa, após ganhar licitação, forneceria cartuchos para impressão contrafeitos. Após quatro meses, a polícia conseguiu mandados de busca e apreensão na sede da empresa suspeita, situada no bairro Nova Granada, região Oeste de Belo Horizonte.

No local, foram recolhidos diversos chips para reutilização de cartuchos e selos de modelos diversos que seriam utilizados para a fraude, além dos cartuchos destinados à venda.