O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 teve a menor taxa de abstenção dos dois últimos anos no Brasil. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o percentual de alunos cadastrados que não fizeram a prova neste ano foi de 29,2%. Em 2017 o índice foi de 32% e 2016 30,1%. 

Além disso, nesta edição, 66 candidatos foram eliminados por descumprimento das regras gerais do Enem. "A edição deste ano teve a melhor aplicação da história do Enem. Foi um absoluto sucesso. O processo foi totalmente tranquilo, levando-se em conta a proporção de participantes do exame com as ocorrências registradas. Todos que trabalharam e que realizaram as provas estão de parabéns", destacou o Ministro da Educação Rossieli Soares Silva. 

De acordo com o Inep, na edição deste ano não será necessário realizar reaplicação da prova em função de problemas logísticos. . "Comemoro hoje, com os participantes do Enem e suas famílias, o sucesso do Exame. Cumprimento a todos pela civilidade com que compareceram às provas e espero que o Enem possa ajudá-los com o seu futuro", afirmou Maria Inês Fini, presidente do instituto. 

Resultado 

O gabarito oficial do exame será divulgado na próxima quarta-feira, de 14 novembro. As respostas serão publicadas no Site e no Aplicativo do Enem, Os resultados, com as notas individuais dos alunos, será divulgado em 18 de janeiro de 2019. 

A nota poderá ser usada para concorrer a vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a bolsas em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Leia mais: 

Alunos chegam para segundo dia do ENEM
Candidatos aprovam tema da redação do Enem
Matemática foi desafio no segundo dia do Enem, segundo estudantes