Deve ser enterrado nesta segunda-feira (3) o corpo da engenheira elétrica, de 33 anos, que morreu ao comemorar um gol do Atlético, nesse domingo (2), em Belo Horizonte. O sepultamento de Aretuza Reis Parreira estaria previsto para acontecer no Cemitério Municipal de Cristais, na região Centro-Oeste de Minas.No entanto, o horário ainda não foi confirmado.

O acidente ocorreu por volta de 18h30, na avenida Padre Vieira, no bairro Minas Brasil, região Noroeste da capital. Aretuza estava na casa dos pais, junto com o noivo, com quem se casaria no mês de abril. A família assistia ao jogo quando o time alvinegro marcou um gol. Neste momento, a engenheira, segundo relatos, teria se aproximado da janela, se desequilibrando e caindo de uma altura de aproximadamente 10 metros.

Com a queda sobre uma escada do edifício, a mulher não resistiu aos ferimentos e morreu na hora. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou o óbito. O corpo de Aretuza foi levado para o Instituto Médico-Legal de BH, sendo liberado ainda na madrugada, por volta de 2h15. A partida válida pela segunda rodada do Campeonato Mineiro, terminou com dois gols do Atlético contra um do Nacional.