A ala das baianas não é só o nome de uma importante tradição do Carnaval brasileiro. No caso da escola de samba Raio de Sol, que se apresenta na noite desta terça-feira em BH, também representa a procedência de duas integrantes da ala. Os desfiles das agremiações acontecem na avenida Afonso Pena, no centro, entre Carandaí e a rua da Bahia.

Janice Rodrigues, do bairro São Francisco, e Denise Sandie, do Jaraguá, são nascidas na Bahia - a primeira em Ilhéus e a segunda, Salvador. As duas participam pela primeira vez do Carnaval de Belo Horizonte.

“Aqui é mais seguro e descentralizado”, compara Denise, que já participou de trios elétricos na capital baiana. Janice é mais experiente: já desfilou pela Portela, uma das mais importantes escolas do Rio de Janeiro. “Depois que me marido morreu, agora fico por aqui mesmo”, explica.

Vizinha de Denise, Glória Quintão também da parte da ala das baianas. É o seu primeiro desfile, mas os bloquinhos ela já participou de vários. “Sempre quis desfilar, mas sabia como. Até que meu irmão entrou para a escola e eu vi que neta difícil".