Serão abertas 4 mil vagas para os cursos gratuitos da Escola Livre de Artes (ELA), programa de  formação artística lançado, nessa quarta-feira (10), pela Prefeitura de Belo Horizonte. O projeto será realizado por meio da Fundação Municipal de Cultura (FMC), que engloba, além do projeto Arena da Cultura, diversos outros em desenvolvimento e outros que serão criados. 
 
Serão oferecidos, por meio do ELA, cursos e oficinas de curta e longa duração em áreas como Artes Visuais, Circo, Dança, Música, Teatro, Patrimônio Cultural e Design Popular, por exemplo, em três ciclos formativos: iniciação, aprofundamento e especialização. Todos os cursos são gratuitos e os alunos recebem certificado de conclusão. 
 
Durante o lançamento do programa, o prefeito Marcio Lacerda assinou a Portaria que institui a criação de um grupo responsável por coordenar as ações e diretrizes da ELA. Além disso, foi firmado um Termo de Cooperação entre a FMC e a Secretaria Municipal de Educação (Smed) visando à implantação de cursos e oficinas do ELA na rede municipal de ensino. O ELA foi criado pelo Decreto 15.775/2014.
 
Arena da Cultura
O programa Arena da Cultura cumpre as metas de descentralização cultural da FMC, oferecendo cursos e oficinas nas nove regiões da cidade. Os oficineiros serão recontratados pela Escola Livre de Artes como professores e, o mais importante, os alunos passarão a receber diplomas de conclusão do curso, demanda histórica do Arena da Cultura e de seus usuários.  
 
Novas inscrições
Em janeiro de 2015, a Escola Livre de Artes abre inscrições para os cursos gratuitos. As inscrições poderão ser feitas no site www.bhfazcultura.pbh.gov.br ou, presencialmente, nos centros culturais da PBH, nos núcleos do BH Cidadania ou no Núcleo de Formação e Criação Artística e Cultural (Nufac), na avenida dos Andradas, 367, 2º andar, Centro.
 
(*Com PBH)