Na era da globalização, marcada pela evolução da tecnologia e por incontáveis horas passadas diante do computador, especialistas alertam sobre a necessidade de se aliar uma alimentação balanceada com a prática diária de exercícios em nome da qualidade de vida. Neste domingo (5) é comemorado o Dia Nacional da Saúde. A data foi escolhida em homenagem ao médico Oswaldo Cruz, nascido no mesmo dia em 1872.

Fugir do sedentarismo e controlar o que coloca no prato são hábitos que o bancário Ricardo Wilson Fraiha, de 53 anos, adotou. Na casa dele não faltam verduras, legumes e frutas. Além disso, Ricardo caminha uma hora por dia.

Como ele, a professora Marina Scarpelli, de 31 anos, não se descuida. “Para fugir do estresse desse mundo tão acelerado, é necessário encontrar um tempo para as atividades físicas e dar um jeito de se alimentar sem exageros”.

Segundo o ortopedista Octacílio da Matta, está comprovado que a prática de exercícios, aliada a uma dieta equilibrada, ajudam na prevenção e no controle de várias doenças, além de auxiliar na promoção da saúde.

Porém, ele adverte que muitas pessoas decidem praticar um esporte por conta própria, sem consultar um especialista, o que é um erro. “Após uma avaliação ortopédica rigorosa, o paciente deverá ser encaminhado ao cardiologista e, posteriormente, a um fisioterapeuta e a um nutricionista”, diz o médico, que também é especialista em medicina esportiva.

Leia mais na edição digital do Hoje em Dia.