A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes) realizou um importante evento para destacar e relembrar as ações de fomento à inovação mineira. A apresentação trouxe ao palco diferentes personagens que contribuem para o crescimento da economia criativa em Minas Gerais. O objetivo era destacar e reconhecer os benefícios gerados pelas ações do programa Minas Digital.

O momento mais esperado da noite foi o anúncio das 40 startups selecionadas para a próxima rodada de aceleração do Seed, único programa de aceleração pública do Brasil. As escolhidas terão a oportunidade de desenvolver seus negócios a partir do acesso à aceleração, mentorias individuais, espaço de coworking, bancas de pitch com empreendedores de sucesso e contato com o ecossistema de empreendedorismo e inovação mineiro, brasileiro e internacional, além de capital semente de até R$ 80 mil por startup. Clique aqui e veja lista completa. 

Minas Gerais se consolidou como importante polo tecnológico e de inovação no país. Além de concentrar o 3º maior Produto Interno Bruto (PIB) nacional, é o segundo estado com mais empresas de tecnologia da informação e biotecnologia. O segundo maior ecossistema de startups é mineiro.

Além disso, Minas tem mais de 20 incubadoras distribuídas em 16 cidades, concentrando o maior número de universidades públicas (11 federais e 2 estaduais) e seis parques tecnológicos. “Conseguimos incentivar os mineiros a pensarem de forma diferente. Temos talentos em todas as partes.

 As ações do Governo de Minas Gerais têm tido resultados excelentes. E nos últimos quatros anos passamos a ser reconhecidos como um estado em excelência de pesquisa, inovação e empreendedorismo”, destaca o secretário Vinícius Rezende.

A retrospectiva trouxe exemplos de todos os programas do Minas Digital. O aluno Caio Azevedo, da Escola Estadual Francisco Menezes Filho, em Belo Horizonte, contou ao público o que aprendeu com o programa Meu Primeiro Negócio.

“Eu descobri que sou um empreendedor. Fiquei tão feliz em criar minha pequena empresa dentro da escola e ganhar dinheiro com as vendas. Tenho certeza que o empreendedorismo irá me ajudar no caminho que estou trilhando para a universidade”, disse o jovem empresário. 

Um novo cenário agora faz parte da vida de Euvanido Xavier. O aluno que participou da primeira turma do curso de Mestre Cervejeiro do Pronatec Sedectes, em Ribeirão das Neves, já colhe resultados do que aprendeu em sala de aula. Xavier produz cerca de 80 litros da bebida artesanal no pequeno laboratório que criou na sua própria casa.

“Eu nunca imaginei ganhar dinheiro produzindo cerveja. Sempre gostei de tomar um chopp aos finais de semana com os amigos, agora eu sou empreendedor da bebida. Estou muito feliz em unir o que eu gosto com o meu próprio negócio”, destaca Euvanido.

Outra turma do Pronatec Sedectes mostrou que o aprendizado foi de excelência.  Os alunos com Síndrome de Down, que realizaram o curso de Recepcionista de Eventos, realizaram a recepção na noite de ontem. Com muita elegância e educação, foram o destaque no evento.

Para fechar a noite, a Sedectes homenageou importantes pessoas que contribuíram para o sucesso das ações desenvolvidas. Foram destaques personagens do meio acadêmico, de governo e empresas e instituições parcerias.