O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), anunciou, na tarde desta sexta-feira (14), que o Estado receberá doação de 1.600 respiradores para o combate à Covid-19. O primeiro lote de equipamentos, composto por 200 unidades, produzidos pela empresa mineira Tacom, será enviado para o Hospital de Campanha de Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Os respiradores tiveram a produção liberada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e foram desenvolvidos com a colaboração de indústrias mineiras e da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg).

"É uma satisfação enorme estar recebendo esses equipamentos, que vão ajudar a fortalecer o sistema de saúde nosso que, desde o início da pandemia, vem sendo fortalecido", afirmou Zema, em coletiva nesta tarde. 

Segundo o mandatário estadual, os respiradores serão distribuídos às unidades de saúde pública das cidades mineiras e a divisão ocorrerá com base em critérios técnicos. O primeiro lote enviará 200 respiradores para o Hospital de Campanha de Betim. 

Para o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, a doação irá ajudar na complementação da estruturação da rede de saúde de Minas. 

"Eles têm o objetivo de chegar o mais na ponta possível, estruturando cada sala de emergência em cada município de Minas Gerais", declarou. 

Cooperação

Presente durante o anúncio, o presidente da Fiemg, Flávio Roscoe, afirmou que os respiradores são 100% mineiros e foram produzidos graças à resposta rápida e a cooperação das indústrias do Estado.

"Unidos, com os recursos das empresas, conseguimos colocar de pé um projeto revolucionário de respiradores que irá atender a toda a saúde de Minas Gerais nos próximos anos", afirmou.

Flávio Roscoe

Equipamentos são produzidos por empresa mineira