Estradas mineiras têm menos mortes no feriado de Carnaval em 2014

Gabi Santos - Hoje em Dia
07/03/2014 às 07:47.
Atualizado em 20/11/2021 às 16:29
 (Divulgação / Corpo de Bombeiros)

(Divulgação / Corpo de Bombeiros)

O número de mortes nas rodovias federais e estaduais que cortam Minas Gerais durante o Carnaval deste ano teve pequena redução em relação ao feriado de 2013. Entre a noite de sexta-feira e a Quarta-Feira de Cinzas, morreram 56 pessoas em acidentes. Dessas, 24 foram em rodovias federais e 32 nas estaduais. Em 2013, foram 60 mortes, das quais 29 nas BRs e 31 nas MGs.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou na sua jurisdição 547 acidentes, que deixaram 338 pessoas feridas. Neste ano, o sábado, primeiro dia de feriado, foi o mais trágico, com 15 mortes. Uma das explicações é a chuva que atingiu várias regiões do Estado, quando a maioria dos motoristas saíam para viajar.

Nas rodovias estaduais, foram registrados 552 acidentes, com 524 feridos. Em 2013 foram 439 acidentes com 419 pessoas feridas.

Fiscalização

A fiscalização da Lei Seca este ano, nas estradas federais, foi intensa. A PRF informou que realizou no Estado 12.339 testes de alcoolemia, que resultaram em 168 autuações de condutores de veículos e 30 prisões de motoristas que dirigiam com sintomas de embriaguez.

Esses resultados são inferiores aos do ano passado, quando 14.073 testes de uso de álcool antes de dirigir provocaram 269 autuações e 74 prisões. O diretor da PRF, Giovanni di Mambro, disse que essa redução deve-se ao incremento da fiscalização em todas as estradas mineiras e punição dos motoristas infratores”.
 

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por