Estudantes de 12 a 14 anos começaram a ser imunizados contra a Covid-19 em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na manhã desta quarta-feira (16). O objetivo é preparar o município para a volta às aulas presenciais. O início da proteção, com aplicação da primeira dose da vacina da Pfizer, deixou pais e alunos animados com o possível retorno.

Inicialmente, o imunizante está sendo aplicado em estudantes da rede municipal dos 7º, 8º e 9º ano do ensino fundamental. A ampliação da campanha foi iniciada após o recebimento de 6.047 doses da vacina, que tem a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para ser aplicada jovens a partir dos 12 anos.

Para quem esperou, o dia foi marcado por alívio e felicidade, conforme contou Lucimar Aparecida santos, mãe da estudante Karine Aparecida da Silva, de 14 anos, primeira a receber a vacina na Escola Municipal Jorge Afonso Defensor, no bairro Marimbá.

“Coração está a mil, muita felicidade porque eles vão voltar às aulas. A Karine está muito animada e estava ansiosa, e eu mais ainda. Mãe quer que o filho esteja bem e ela vacinou antes de mim”, disse.

Para a estudante Clarissa Vitória, a imunização foi um presente. Ela recebeu a dose no dia em que completa 13 anos. “Tinha que ser no dia do aniversário dela. Está ansiosa para a volta às aulas. Muito feliz que ela está vacinada e graças a Deus chegou a vez deles. Vão voltar a estudar”, comemorou a mãe, Vanusa da Costa.

A expectativa, segundo a Prefeitura de Betim, é imunizar aproximadamente 19 mil alunos, sendo 13.519 da rede municipal. Dentre eles, está o estudante Kauã Júnior, que também aguarda ansioso pela volta às aulas. “Quando você estuda em casa, não tem o professor para explicar. Então, você pode continuar estudando, mas não vai aprender”, disse.

Ao longo da semana, a administração municipal abrirá um cadastro para que as instituições estaduais e privadas também façam adesão de mais estudantes na vacinação.

Calendário

A partir desta quarta-feira, a imunização será realizada nas escolas municipais das regionais Icaivera, Citrolândia, Vianópolis e Petrovale. Na quinta (17), serão vacinados os alunos da rede pública das instituições localizadas nas regionais PTB e Teresópolis. Já na sexta (18), será a vez dos alunos das escolas da região Norte da cidade.

Demais grupos

Betim ainda não vacinou toda a população acima de 18 anos. Atualmente,  imuniza moradores de 59, os de 40 a 49 anos, com comorbidades e pessoas com deficiência permanente, além dos demais grupos já autorizados, mas que ainda não compareceram aos postos de saúde. 

Também para reforçar o retorno às aulas, a cidade ampliou a imunização para motoristas do transporte público e escolar. Para este grupo, a vacinação ocorre até sexta-feira (18) na rua Tocantins, 301, no bairro Brasileia.

“Betim foi um dos primeiros a procurar de forma organizada a busca do equilíbrio da economia e da saúde. Agora, entendemos que chegou a hora da busca do equilíbrio também com a educação. Essa semana vacinamos todos os professores, iniciamos também a vacinação do transporte escolar e a partir de agora estamos dando um passo para concretizar a imunização de toda a comunidade escolar, vacinando os estudantes”, disse o secretário Municipal de Saúde, Augusto Viana.

Segundo ele, a vacina aplicada em estudantes da cidade vai concretizar em uma alteração no Plano Nacional de Imunização. “Também iniciamos a vacinação daqueles abaixo de 59 anos e, a partir daí, tivemos uma discussão técnica no sentido de dar segurança para a volta às aulas. Com tranquilidade para os pais, tranquilidade para todos os profissionais e aqueles que transportam os estudantes. Então é um passo que nós entendemos que possa, de uma certa maneira, concretizar uma alteração no plano nacional de imunização. Porque quando ele foi concebido, não tinha ainda uma vacina propícia para essa faixa etária”.

Leia mais:
Governo projeta vacinar mineiros com mais de 18 anos em menos de 4 meses
Saiba quando você deve ser vacinado contra a Covid-19 em Minas
Pfizer vai entregar 2,4 milhões de vacinas contra a Covid até quinta-feira