Cerca de centenas de pessoas, segundo estimativa da BHTrans, participam de um ato na manhã desta quarta-feira (15) na avenida Amazonas, em Belo Horizonte. A manifestação segue programação de outros estados e está relacionada a contingenciamentos previstos pelo governo federal na área da Educação. O tráfego de veículos é lento na via.

Na capital, o ato teve início por volta das 7h, com mobilização em frente à portaria do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet), Campus I, na Gameleira, na região Oeste da capital. Em seguida, os manifestantes caminharam pela avenida Amazonas e, por volta das 9h10, estavam na altura da avenida Barbacena, no Centro da cidade.

De acordo com a BHTrans, uma faixa de trânsito está liberada na via, mas o ato causa grande retenção na extensão da Amazonas.
 

trânsito

Trânsito está complicado no sentido Centro

Um outro grupo de estudantes está mobilizado no Centro de Referência da Juventude (CRJ-BH), na Praça da Estação, no Centro da capital. Alunos da Universidade Federal de Minas Gerais também devem se unir aos manifestantes. No país, alunos, professores e funcionários de institutos e universidades federais participam de atos semelhantes.